INSTITUCIONAL

Matera Inclusiva: muito além de um projeto, uma experiência transformadora

Na 3ª edição da iniciativa, jovem profissional teve a oportunidade de atuar em diversas áreas da Matera


Sabe aquele projeto que faz brilhar os olhos e tem o poder de transformar? É assim que acontece no Matera Inclusiva, e a 3ª edição foi ainda mais surpreendente. Tentarei descrever com a máxima riqueza de detalhes como aconteceu o treinamento totalmente online da Giovanna Mammana, jovem que faz parte das atividades da Fundação Síndrome de Down, nossa parceira!

Desde a primeira edição - em 2018, esse treinamento havia sido projetado para acontecer presencialmente, mas a pandemia nos moveu para algo desafiador, tornando bem claro que precisávamos tentar. Afinal, poderíamos nos surpreender com o resultado. Claro, não sabíamos ainda de fato como seria, mas tínhamos por certo de que o que vale mesmo é experimentar, pois tudo é para aprendizado e crescimento.

Mas neste caso, foi sensacional. Aqui nesta live em que participamos em parceria com a Fundação Síndrome de Down e o MC Donald’s, compartilhamos como estava o desenvolvimento profissional de forma remota, como aconteciam os encontros, o papel dos tutores, a atuação da Gikah (como gosta de ser chamada), e podemos dizer com todas as letras que foi revigorante passar os últimos quatro meses de 2020 ao lado desta jovem encantadora!

Os encontros aconteciam três vezes na semana: segunda, quarta e sexta-feira, das 14h00 às 17h00, pontualmente! E então, o compromisso com o trabalho ganhava destaque. De maneira muito empenhada, a Gikah realizava suas atividades, as quais bastava ensinar pouquíssimas vezes, e já estava ela fazendo até mais: opinando, criticando, sugerindo... E além de tudo, nos mostrando sempre o quanto realmente aprendemos uns com os outros.

Em dezembro finalizamos este ciclo para dar lugar a um novo: após aprender atividades das áreas Administrativa, Sustentabilidade, Jurídico, Financeiro, Gente & Gestão e Marketing, e dar um up em seu desenvolvimento profissional, agora a jovem tem a oportunidade de identificar onde gostaria de atuar, então, a Fundação trabalhará outras vagas de recolocação no mercado de trabalho.

Sem dúvidas já estamos com saudades, mas quando a situação estiver propícia, a Gikah conhecerá pessoalmente os tripulantes que a acompanharam nesta jornada. Tenho certeza que será um encontro maravilhoso, assim como foi durante este período!

Quem tiver interesse em implantar um projeto de inclusão como este, entre em contato com o nosso time de Sustentabilidade, teremos um enorme prazer em compartilhar ainda mais as transformações que acontecem tanto em práticas laborais quanto pessoais, seja de forma presencial ou virtual. Lembrem-se sempre: “incluir não é apenas convidar para o baile, e sim tirar para dançar.” 
 

Capturar_2

Por Tamiris Fernanda Cella

Jornalista e pós graduada em Serviço Social e Gestão de Projetos Sociais. Materana desde 2011 e aproveitando a oportunidade de exercer o voluntariado por meio da Responsabilidade Social e Sustentabilidade, através do Projeto Gente em Ação.

Similar posts

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Quer saber quais são as últimas notícias do setor em primeira mão? O seu próximo clique tem que ser aqui.