Payfac

Fintech BaaS: como criar e quais as vantagens?

Entenda a importância de uma solução white label para criar sua fintech BaaS com segurança e em tempo recorde


Segurança, flexibilidade e fluxos de pagamentos mais simples a baixo custo de operação. Essas são algumas vantagens da fintech BaaS, uma tendência que permite a empresas de diversos segmentos gerarem receita extra por meio da oferta de produtos e serviços financeiros.
 
Além de lucrativo, esse fenômeno inovador possibilita que as empresas se mantenham competitivas no mercado financeiro, dispensando os intermediários e rentabilizando uma cadeia de valor já consolidada. Ou seja, a ideia é que outras instituições possam oferecer sua própria conta digital, Pix, cartão de débito e maquininha, por exemplo.
 
No entanto, para colocar isso em prática sem complexidades e grandes investimentos é preciso contar com soluções inteligentes, como é o caso do BaaS. Esse modelo possibilita que as empresas operem como fintechs sem a necessidade de se transformarem em instituições financeiras. Neste artigo, mostraremos como trabalhar neste modelo e quais as vantagens. Confira!


A relação entre fintechzação e fornecedores BaaS

Não é de hoje que os serviços sob demanda estão em alta na economia, a exemplo do Uber e Airbnb. No mercado financeiro, essa tendência se dá com o Banking as a Service (BaaS), um modelo de negócio que agrega serviços financeiros em empresas de diferentes segmentos através de soluções white label.
 
Assim, a empresa poderá montar, por exemplo, sua própria instituição de pagamento sem os custos elevados de se criar uma fintech do zero. Os fornecedores BaaS são, portanto, grandes parceiros nesse fenômeno de fintechzação de empresas, oferecendo uma solução completa, flexível, com APIs e operação escalável. Trata-se da forma mais econômica em termos de custo-benefício para montar uma fintech.
 
Isso só é possível por se tratar de um modelo de serviço white label, no qual o provedor da solução é quem assume a burocracia do processo, garantindo a segurança das operações e mantendo a relação deste novo braço financeiro das empresas com o Banco Central. Enquanto isso, o contratante do BaaS poderá oferecer os serviços financeiros que preferir, utilizando sua própria identidade, marca e taxas personalizadas.
 
É por isso que a criação de uma fintech BaaS é a opção mais recomendada para aproveitar com segurança as novas oportunidades do mercado financeiro, sem precisar investir em infraestrutura tecnológica e back-office próprios. Assim, a instituição poderá redirecionar suas prioridades, com foco em oferecer a melhor experiência para seus clientes, além de gerar uma nova fonte de receita.
 
Trata-se de um modelo de negócio mais conveniente também para as instituições que não têm grande expertise no ramo financeiro. Nesses casos, o custo-benefício da solução é ainda maior, pois a criação de uma fintech BaaS tem investimento reduzido e ajuda a mitigar riscos. Não é necessário, por exemplo, criar um novo CNPJ para começar a ofertar os serviços financeiros.


O fenômeno da fintechzação nas instituições financeiras

Vimos que as soluções BaaS têm impulsionado o fenômeno da fintechzação nas empresas. Com esse recurso, instituições de diversos segmentos podem montar a própria fintech em tempo recorde, oferecendo serviços financeiros e lucrando com as oportunidades desse mercado.
 
Essas soluções inovadoras impulsionam a fidelização de clientes a partir de produtos vantajosos para todos os envolvidos. Além dos serviços já ofertados à clientela, com um software BaaS os fornecedores passam a oferecer um ecossistema completo de soluções financeiras para os estabelecimentos comerciais, aumentando assim o leque de atuação.
 
Dessa forma, esses estabelecimentos passam a oferecer uma experiência melhor ao cliente final, enquanto as instituições contratantes do BaaS terão a possibilidade de gerar mais receita por meio de taxas personalizadas atreladas às transações financeiras.


As possibilidades ao criar uma fintech BaaS

Para o contratante que deseja criar sua fintech BaaS, as vantagens incluem manter-se competitivo no mercado financeiro por meio de cadeias de valor mais otimizadas. As oportunidades estão relacionadas tanto ao aumento da receita quanto ao estreitamento das relações com todo o ecossistema financeiro. Entre as possibilidades da fintechzação com uma solução BaaS podemos destacar:
 

  • Oferta de conta digital;
  • Oferta de cashback;
  • Oferta de cartão de débito;
  • Habilitação do recebimento de pagamentos por Pix, TED, boleto, máquina de cartão, entre outros meios;
  • Habilitação de pagamentos para os clientes, como faturas, recargas e fornecedores;
  • Controle sobre prazo e tarifas das transações dos clientes.

 
A diversificação da oferta de serviços – aliando recursos financeiros e não financeiros – desburocratiza toda a cadeia de valor nesse mercado. Assim, dispensam-se os intermediários envolvidos no processo convencional e, consequentemente, o excesso de taxas operacionais.
 
Outra vantagem é que, com o fornecimento de contas para os pontos de venda, a instituição financeira poderá dar início a um trabalho de data analytics avaliando as informações de compras de produtos. Isso gera insights valiosos para ajustar o planejamento estratégico e redirecionar esforços com base na inteligência de mercado.
 
A facilidade de aderir ao Banking as a Service é mais um atrativo para quem pretende criar uma fintech BaaS. Basta contar com uma empresa especializada em soluções financeiras para ter acesso a uma plataforma sob demanda para as necessidades do seu negócio. Nós podemos ajudar você nessa missão!
 
Fale com um de nossos especialistas e comece a operar sua fintech em menos de duas semanas!

Similar posts

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Quer saber quais são as últimas notícias do setor em primeira mão? O seu próximo clique tem que ser aqui.